Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


ACORDES
®Lílian Maial


Há um homem da mata,
À espreita, como a nota mais perfeita,
como o som de manhãs de sol,
riacho pleno em sussurro às cachoeiras.

Anda por entre galhos,
folhas secas e sorrisos,
fita com o olhar das árvores,
certeza de mil anos,
gestos frondosos,
e medo de criança.

Esse homem brinca de desafinar os pássaros,
sopra nuvens e venta brisas,
e canta com as vozes do entardecer.

Há um homem na mata,
que não se deixa aprisionar,
que se move com as gazelas,
que se entende com as raízes.
Sabe das tristezas dos homens,
da agudeza das palavras ocultas,
e solfeja a diferença.

Há esse homem guardado dos tempos,
que surge entre raios e verde,
feito pintura.
Vem de lugar algum,
de não se sabe a razão.

Ele chega de passagem,
mas deixa impregnado um cheiro de eternidade.


*******

Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 27/10/2007
Reeditado em 27/10/2007
Código do texto: T712702

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1160 textos (253000 leituras)
21 áudios (13761 audições)
3 e-livros (1336 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 23:34)
Lílian Maial

Site do Escritor