Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma flor que nunca desbotou

Uma flor que nunca desbotou

Se eu disser que foi por amor...
Os dias eram sorrisos...
As noites de estrelas sonhadas...
Os encontros na linha de fogo cruzado...

Se eu disser que foi por amor...
A coragem da partida.
No silêncio da relva molhada
chorava o brilho diamantado do sol...

Se eu disser que foi por amor...
Eras e eras...nunca mais te vi chegar.
Como se pode tão longe estar
e tão perto poder ficar...

Se eu disser que foi por amor...
O tempo da espera inexiste,
quando se diz que foi por amor,
que a flor nunca desbotou...

Sonia Salete 07/10/2007
SoniaS
Enviado por SoniaS em 28/10/2007
Reeditado em 05/11/2007
Código do texto: T713759
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SoniaS
São Paulo - São Paulo - Brasil
535 textos (15847 leituras)
5 áudios (167 audições)
18 e-livros (451 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:13)
SoniaS