Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÍNTIMA ESTANTE

Sei da estrada longínqua e cansativa
que terei de seguir pra te buscar;
comitiva deserta e solitária
de quem viu se ofuscar seu horizonte...
Acredito no além daquelas serras;
numa chave de abrir aquele azul;
quantas guerras travadas pouco importa,
e se a norte ou a sul te guarda o mundo...
Não me canso e jamais descansarei,
toda música é válida se a danço
pela causa que sei valer o esforço...
Vivo apenas por crer no tom do sonho
que renovo na estante a cada queda;
ponho novo infinito em cada instante...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 28/10/2007
Código do texto: T713769
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3110 textos (62587 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 14:53)
Demétrio Sena