Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu canto de amor...

     Ontem cantei muitas canções,
     Sempre românticas e cheias de
     Melancolia, nostalgia,
     De saudade de um amor que partiu,
     De solidão, desejos,
     De anseios pelo amor que não chegou...
     Sempre, sempre, falando de amor...

     A alma na garganta,
     Cortando a fala,
     Rasgando o coração
     Que chora e derrama a sua dor
     Nas lágrimas quentes
     Que enchem os meus olhos,
     Em algumas músicas mais emocionantes...

     São momentos em que me entrego à emoção,
     Em que sou eu mesma, botando pra fora
     O que tenho de mais puro...
     Extravasando na voz
     O que está preso dentro de mim,
     Todo o amor do mundo,
     Toda a ânsia de viver e de amar...

     São sentimentos diversos
     Que emergem do fundo de minh'alma,
     Que não sei por que vêm,
     Que não sei por que continuam lá,
     Que simplesmente me enchem o peito
     E se derramam na minha garganta,
     Fluindo, pungentes, no meu canto...
Valderez de Barros
Enviado por Valderez de Barros em 29/10/2007
Reeditado em 02/01/2008
Código do texto: T714369
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Valderez de Barros
Maceió - Alagoas - Brasil, 80 anos
419 textos (26357 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:25)
Valderez de Barros