Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

doce vida - mystika


doce vida - mystika

0s dias velozes de meus 20
e mais anos, pouco a pouco,
foram carregados por loucos
olhos cobiçosos por mais um
tempo da emoção alheia para si

alguém que me contava
do brilho das estrelas
comeu minha energia com mel

alguém que chorava
a pena da injustiça do mundo
mordeu minhas mãos inocentes
estendidas

alguém que me falou de amor
sorveu minha doçura jovial
desavisadamente
como se fosse uma taça de milk-shake
caramelo

até que só sobrassem resquícios
migalhas ressequidas de mim
jogadas desordenadamente
no chão do quase presente.

dp de coladas, estou esta visagem
em pedra de sal

Aos meus vinte e tantos anos
eu não soube de mim
porque uma teia de amores ávidos
que sugaram
as minhas riquezas ‘in natura’
confundia-me os instantes
com dramas e chantagens
dopava-me uma culpa iníqua

eu não sabia de mim ...

meus pés eram frios
e eu não os notava assim
minha inocência me atava
a mãos quentes e superficiais
e eu não sabia
meu coração era valente
e eu sonhava, sonhava
mas não percebia
que meus dias
eram roubados
por quem me ‘admirava’
Mystika
Enviado por Mystika em 29/10/2007
Código do texto: T714676
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre a autora
Mystika
São Tomé - São Tomé Island - São Tomé e Príncipe
111 textos (2152 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 20:54)
Mystika