Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0194 - Pecado malvado



Para nossa vida, quero os sonhos que temos,
corpos quentes entre mãos conhecidas,
em um encontro pouco casual,
dizemos dos planos escritos entre lençóis,
impuros para pudicos, não para nossa razão,
o sentir as batidas do seu peito ao lado do meu.

Preciso de suas entradas aquecidas,
as bocas, a pele queimando,
os gritos já não mais contidos,
na nuca um único beijo molhado,
os abraços...
um, que dure todo o tempo.

Neste instante os sonhos se foram da nossa cama,
para que eu sinta sua carne nua, forte,
em um latejar descontrolado,
nesta hora somos céus e infernos,
cobertos apenas por suores quentes
e relâmpagos prevendo tempestades.

Precisamos do nosso ''malvado pecado'',
a tesão atrevida arrastada pelo meu corpo,
as oferendas sem o faz-de-conta,
mãos sem destino passeando pelos nus,
palavras misturando-se aos gemidos,
até que invasões sejam consumadas.

29/03/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 20/03/2005
Código do texto: T7152
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:27)
Caio Lucas