Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0201 - Amor masculino



Meu amor é masculino,
minhas vontades transparentes no peito,
tenho fome de pecados,
finjo bondade quando estou faminto,
tomo, invado e satisfaço de prazer.

Meu amor é labirinto,
ando perdido entre fêmeas aladas,
sou amante malfeito às cores da paixão;
quando entristeço meu beijo é polar,
sem sabor meus lábios se quebram.

Meus amores são como bandeiras,
dispostos aos ventos que me levam,
não importam as tempestades,
quero a chuva que lava minha alma,
apenas uma, uma única mulher para amar.

Meu amor tem todos os sexos,
também não é um simples gostar,
é uma mistura de metal forte e carne fraca,
dos desejos mais infames às carências mais doces,
como a brisa e o sol brigam no amanhecer.

Meu amor é masculino para o seu feminino,
as bocas fervidas de paixão, escorridas de desejos,
o beijo e a fome de entrar na carne macia,
somos fortes até o prazer, antes suaves,
deliciosamente, homem e mulher, apenas um...

01/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 20/03/2005
Código do texto: T7159
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116060 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 05:31)
Caio Lucas