Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fugidio


Vejo uma pequena redoma
domada
líquido preso no seu formato
como eu no seu mundo

Alvura faz parte do
contexto para essa análise

Vejo escuridão dentro
rasgando
Frio caça a sua caça
e suas luvas não esquentam mais

Estaca presa
Na corpulência de minh’alma
Não sinto mais prazer
Sinto a corrente

que arrasta
ou eu – ou você
para a vasta
imensidão

da dúvida e do rancor
do silêncio – do terror

fuja, por favor
chances
você ainda as tem!

não prendo-te e não
hás de prender-me
Estou te atando
Como fogo destrói a folha seca
Uma vez trocamos de lugar

Insidiosos
seremos sempre
e eu ainda vejo uma redoma
que guarda:
dois.
Ruan Nunes
Enviado por Ruan Nunes em 30/10/2007
Código do texto: T716073

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ruan Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
8 textos (170 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 01:03)
Ruan Nunes