Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA PARA DRUMMOND

                                     
Nascido em Itabira,
No estado de Minas Gerais
Onde desde muito cedo
Demonstrou talento sem igual
Com apenas treze anos de idade
Já pertencia ao Grêmio Dramático e Literário
Em sua cidade natal.
Ainda adolescente
Começou a escrever de forma marcante
Em jornais e revistas da grande Belo Horizonte
Assim como também no Rio de Janeiro
Escreveu como estreante!
Em seu primeiro livro,Alguma Poesia
Primeira obra prima ao nosso dispor,
Desnuda-se poeticamente e sem pudor
Revela a franqueza, que beleza!
Ao olhar um labirinto de pernas brancas, pretas, amarelas...
E culpa a Deus, por ter-se abandonado ao inflamável calor...
Demonstra em sua obra,A Rosa do Povo,
Consciência de cidadania; já não pensa somente em si,
Mas na vida, sina, lida e agonia da massa sofrida!
A morte, ah! a morte!
Tema sempre presente em sua poesia,
Deixou-a bem registrada quando disse:
Acordo para a morte, barbeio-me, visto-me, calço-me,
É meu último dia!
Oh! Meu grande poeta, sinto na alma
Angústias e anseios, pois como você,
Sou dada a intermináveis devaneios...
E a morte é um tema de que também não tenho receio.
Sinto-me presa, às vezes, ao remoto passado,
Cercada de grandes, fortes e imaginárias grades
Onde me sinto em segurança, em meio a lembranças,
Meu poeta, Carlos Drummond de Andrade!
Os áureos tempos vividos, na sua longínqua infância,
Descritos em sua poesia, deixam-me extasiante
Neste poema, quero homenageá-lo,
como simples poetiza iniciante e,
Creia-me, de onde estiver, bem no alto, espero,
Muitos, como eu, reverenciam a sua obra e ações,
Objetivando a perpetuação para as novas e futuras gerações,
Assim como os seus dizeres e verdades.
Fique em paz, grande poeta, muita paz na eternidade!
Lurdinha Mattos
Enviado por Lurdinha Mattos em 31/10/2007
Reeditado em 09/08/2014
Código do texto: T717784
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lurdes.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lurdinha Mattos
Salvador - Bahia - Brasil, 61 anos
203 textos (305988 leituras)
1 áudios (659 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 23:01)
Lurdinha Mattos