Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMINHANDO

Eu sou de outras plagas,
Eu vim nessas vagas
De cósmicas poeiras.
Perdidos no espaço
Deixei os meus laços
E parei nestas beiras.

Eu vim de outras Eras,
De outras Esferas,
De mundo distante.
Não medi sacrifícios:
Rasguei precipícios
Pr’a seguir adiante.

Por entre as espumas
De fechadas brumas,
Caminhei incerto.
Vaguei por fundos lagos
Baldios, cerrados vagos,
Montanhas de chão deserto.

Tresnoitei noites vazias
Nas geleiras de escarpas frias,
Nos ardores febris de verão.
Nas encostas de chão duro,
Juntei o lixo num monturo
E fiz dele meu colchão.

Palmilhei areia ardente,
Andei tanto e somente
Cheguei agora onde estou.
Ainda em frente vou seguir,
Morrendo triste sem sentir,
Sem saber pr’a onde vou.
mreno
Enviado por mreno em 20/03/2005
Código do texto: T7178
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mreno
Itajubá - Minas Gerais - Brasil
37 textos (1813 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/16 14:25)