Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"São Paulo Não Pode Parar"

Uma grávida cai do busão
Que atropela um motoboy apressado
Que desmancha o penteado
Do punk do furgão
Que foge assustado
Que se choca na contramão
Com a Iracema na calçada
Que trabalha de camelô
Para pagar o vereador
Que atrapalha a passeata
Que atrasa a ambulância
Que leva uma infartada
Que faz penitências
Para pagar o dízimo
Que o reverendo prega
Que Deus é íntimo
Que o caos ecoa
Que o político nega
Que uma jovem avoa
Que resolve a vida
Que deixa filhos e dívidas
Que cai sobre um transeunte
Que mora distante
Que acha uma bala perdida
Que assalta um motorista
Que é seqüestrado
Que atropela um ciclista
Que distribui panfletos
Que tem remédio para o perigo
Que agasalha um mendigo
Que veste a camisa do candidato
Que resolve a enchente
Que afoga a gente
Que paga o dízimo
Que prega o vereador
Que o diabo é íntimo
Zeca Devebec
Enviado por Zeca Devebec em 31/10/2007
Código do texto: T717880

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zeca Devebec
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (4917 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 15:11)