Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha amendoeira
Se ela falasse
Quantas coisas contaria
De tudo que ouviu
Risadas
Lamentações
Mentiras de amor
De amor declarações
Ah ! minha amendoeira querida
Com sua sombra  agradável
Quantos poemas escrevi
E um dia ...que maldade
Reclamaram de suas raízes
Que rachavam  a calçada
Levantando as pedras portuguesas
Q ue só tombos criavam
E com essa desculpa  a cortaram
Porque não tiraram essas pedras traçoeiras
E deixaram em paz minha amendoeira
Marly Caldas
Enviado por Marly Caldas em 31/10/2007
Código do texto: T717994
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marly Caldas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 78 anos
513 textos (27990 leituras)
2 e-livros (314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 22:10)
Marly Caldas