Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhos/ Idealidades /Afinidades




Esse sonho!
Que há muito adormecido.
Dentro da gaveta esquecido.
E que sendo o mais pequenino.
Há tão pouco tempo nascido.
Principiou a saltaricar.
Sentia-se a desabrochar,
a prosperar e, estava incomodado,
porque já lá não cabia.
Tal era o seu engrandecimento.
Aprisionado, ele não queria
assim ficar noite e dia.
Liberdade ele escolhia.
E assim aconteceu.
O meu sonho, elegeu
missão para que nasceu.
De um salto ele se desprendeu.
Olhou para mim e sorriu.
Tocou no meu ombro,
e me disse ao ouvido.
Estás triste? Vem comigo?
Eu dei-lhe a mão e partimos.
Achei boa a solução.
E esse sonho pequenino.
Que tinha crescido sem alardes.
Foi o escolhido, para a felicidade irmos procurar..

De tta
31-10-07
12:06
Tetita
Enviado por Tetita em 01/11/2007
Reeditado em 02/11/2007
Código do texto: T718600

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (80067 leituras)
65 e-livros (5625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 10:45)
Tetita