Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incoerências

Fui eu
Quem guardou os cacos,
As fotografias desbotadas
Babadas de beijos, dissimuladas.
Mas, quem falou
Que  te amei?!
Ah, essa maldita
Serpente das horas
Não sabe onde começa o rabo
E termina a língua...
Então deleita-se
Num orgasmo perfumado
Kenzo, Bvlgari, Sabatini,
Me diz que poetar
É piegas...
Mas eu sou capaz de arriscar,
Entrei no covil
E você Lobo Mau,
Onde está?!
Luciah López
Enviado por Luciah López em 01/11/2007
Código do texto: T718647
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciah López
Curitiba - Paraná - Brasil
1429 textos (76354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 23:40)
Luciah López