Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma morte para mim

Mais uma vez estou aqui
Nessa manhã cinzenta
Renascendo para um novo dia
Revivendo para uma nova tortura
Que dilacera minha alma
Consome meu corpo
Corrompe todo meu viver
Ah dia amargo e cruel
Porque teima em nascer?
Porque teima em me mostrar sua cara?
Teima em minha vida fazer morada?
Oh vida louca vadia
Porque em mim faz moradia?
Vai-te de mim de uma vez
Livra-me de toda essa angustia
Mostro – te agora que sou fraco
Que não demonstro reação diante de ti
Leve-me para onde quiser
De preferência rumo a morte
Pois é ela que eu almejo
É ela que desejo
Desejo me livrar
Desse dia a me chamar
E a noite escura eternamente morar
Pois lá é o meu lugar
E onde eu quero ficar
Longe da vida doce
E de todas as manhãs cinzentas
Quero morrer simplesmente morrer
E dessa vida torturosa desaparecer
Luciano Souza (Lord Vampiro)
Enviado por Luciano Souza (Lord Vampiro) em 01/11/2007
Código do texto: T718688

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Souza (Lord Vampiro)
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
63 textos (6891 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 08:41)
Luciano Souza (Lord Vampiro)