Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hialina Bailarina


Lá vem Ela!

Leve como o viço da manhã,
Valsando içada nas pontas dos pés
Como um cisne branco no lago azul
Singrando com graça entre os aguapés

Por onde ela passa tudo se ilumina
E todos os dias bem de manhãzinha
Eu espero inquieto, a menina Hialina
E meu coração aos baques, definha

Mas hoje a menina quebrou a rotina
Em seu lugar veio a nuvem cinzenta
Esperei com ardor, coração em chamas
Pela vinda da minha dançarina menina

A chuva martelou na tarde funesta
A menina se foi na enxurrada do tempo
Em meus olhos cansados caiu a neblina
Se foi para sempre a menina Hialina

Que dançava sonhando em ser bailarina


José Mattos
Enviado por José Mattos em 15/11/2005
Reeditado em 15/11/2005
Código do texto: T71928

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.josemattos.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Mattos
Santa Rita do Pardo - Mato Grosso do Sul - Brasil, 52 anos
54 textos (2839 leituras)
1 e-livros (48 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:17)
José Mattos