Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal

Natal

se eu soubesse uma canção faria
E te revelaria em sublime poesia

Mas o que me acontece
É a total mudez quando diante de te me vejo
E não consigo palavra dizer
Fico só no desejo

Como és bela o tempo todo
E que grande emoção me invade
Em cada piscar de olho

O sorriso de tua gente que com
simpatia presenteia todos os visitantes
É uma dádiva singular, coisa de se invejar

Não há um só viajante
Que desse povo se esqueça
Dunas, sol, mar e areia
Que terra mais encantante!

O mar e o céu azuis
As dunas e a mata atlântica
É uma miragem tamanha
Que ofusca os outros céus

Eu quero cantar-te, então
sem nunca ter feito uma estrofe
Mas me veio uma rima a galope
E eu não vou deixar escapar:

Viagens muitas já fiz
Em outras terras também fui feliz
Mas nenhuma há de te superar
Nem em momentos nem em beleza
Que possuam até mais riquezas
Porém, tenha certeza

Natal, para sempre vou te amar!


                                             Analúcia Azevedo. 17/07/2006.
Analúcia Azevedo
Enviado por Analúcia Azevedo em 01/11/2007
Código do texto: T719480
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Analúcia Azevedo
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 43 anos
127 textos (12370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:06)
Analúcia Azevedo