Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas Asas

Como alças largas,
As asas me caem...
Mas hei de carrega-las
E se não quiserem vir por bem virão por mal
Nem que arrastadas
Mesmo que zangadas
Até cansa-las
Até fada-las
Porque não deixarei que vão sem mim
Porque são minhas e sozinhas não irão
Sou eu quem voa
Elas não sabem aonde ir
E eu peço a elas:
“Calma, amigas!
...Porque sem mim não irão partir!”
Caroline Natalie Stroparo
Enviado por Caroline Natalie Stroparo em 15/11/2005
Código do texto: T71951
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Caroline Natalie Stroparo
Curitiba - Paraná - Brasil, 28 anos
89 textos (5606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:24)
Caroline Natalie Stroparo