Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMO DESEJO

ÚLTIMO DESEJO


Não se recusa
Ao moribundo
o último pedido.

Por que esperar
tão lúgubre oportunidade?

Ainda em vida,
lúcida, muito lúcida,
meu último desejo
registrado deixo.

Não façam padecer
o esquálido coveiro,
de mãos calejadas
por tanta terra cavar.

Para que
sete palmos de chão?


- “FAÇAM EM CINZAS”
O MEU CORPO SE TORNAR.


As cinzas?
Ah! Minhas cinzas!
Alçarão vôo
Como a minha Águia
E, no infinito,
Se desfarão.


Asssim...
Meu ÚLTIMO DESEJO
realizar-se-á.


    -déliacosta-
(Águia Solitária)

Águia Solitária
Enviado por Águia Solitária em 01/11/2007
Código do texto: T719585
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Águia Solitária
Guanambi - Bahia - Brasil, 77 anos
87 textos (5992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 22:51)
Águia Solitária