Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESABAFO DE UM POETA

Muitos pensam que poetas só falam de ilusão...
Mas em seus versos traduzem também sua indignação...
Quando os valores em que acredita...
São emporcalhados e lançados num mero lixão...
No palco da vida seus poemas traduzem seus pensamentos...
Podendo trazer alegria e tristeza...
Sonho e verdade...
É seu grito de liberdade...
Contra a politicagem do sistema...
A corrupção que se espalha como uma doença transmissível...
Está que corrompe cada vez mais a população...
Tratando está mesma como simples marionetes...
Ou simples peças de xadrez...
E que as movem a seu bel prazer...
Rebelamos-nos quando a natureza é violentada e tratada com desdém...
Quando o ser humano é tratado pelo sistema como um simples voto...
Seus direitos são surrupiados...
Sua vida desprezada...
Não posso conter minhas palavras contra estás atrocidades...
Que acontecem no dia a dia...
Somos guiados como animais de abate para o matadouro...
Destroem nossas escolas publicas...
Nossos valores éticos e morais...
Tentam destruir até nossos símbolos nacionais...
Nossa história e nossa dignidade...
Abalando a estrutura familiar...
Até nosso direito de pensar tentam roubar...
Antes imperava o poder dos coronéis...
Hoje impera o poder dos cartéis...
É cartel da saúde...
É cartel de politicagem...
E cartel disto é cartel daquilo...
Em toda volta o que vemos...
Políticos que não falam, mas sim vomitam palavras sem nexo...
Guerras pelo poder...
Escândalos e ditaduras dissimuladas...
Tudo isto reflexo da ambição...
Pergunto então existe futuro para a humanidade?...
Existe futuro para o poeta?...
Que perante tanta indignação não se cala...

Ocram
Ocram Ilha
Enviado por Ocram Ilha em 20/03/2005
Código do texto: T7201

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ocram Ilha
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
658 textos (325880 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:21)