Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Sonho

Meu Sonho

                    I

                   Lobo
Tomas cuidado, pois teu sonho habito.
As noites enchem com meu hálito
E a lua escurece sempre mais erma.

   Criança (Eu)
Mas o que fazes?
Por que atormenta minha mente
Rosnando e indagando o passado?

                Lobo
Pois sou o guardião de teu inferno
O enviado de teus anseios;
O temor de teus medos.

                II

                Eu
Lobo o que escondes de mim?
Por que ás sombras esgueira
E tão longinquou se afasta?

              Lobo
Porque meu recado foi dado,
o hálito noturno emanado
e teu coração gelado.

               Eu
Mas por que fazes de mim curioso?
Por que não se estendes precioso
e prateado como a lua?

               Lobo
Pois sou da tua alma o reflexo;
Das tuas ânsias a gana;
Do teu medo o temor.

                      III

A noite vai clara e bela
A lua enquanto admiro, brilha.
E prateada se faz companheira;

Foi tudo um sonho
Um delírio da noite
Onde apenas avisado fui infeliz;

Estava eu tão cansado!
- Suspirava; Mas que tolo,
Achando que falava com um lobo...

                    IV

Um uivo se fez longo e ferino
Aos murmúrios caindo,
E nele dizia os deleites dos meus medos.

Soando claro como minha virgem
E pálido como a lua,
Sonoro ele dizia: - Até logo.
R Duccini
Enviado por R Duccini em 03/11/2007
Reeditado em 19/02/2008
Código do texto: T721683

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
R Duccini
Paracambi - Rio de Janeiro - Brasil, 25 anos
352 textos (25739 leituras)
2 e-livros (115 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:53)
R Duccini