Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ETERNAMENTE AMANDO!
_______________________________________



Vou jogando peito afora o ar que sai contaminado de lembranças suas!


Mas pouco importou o meu esforço, findo carecendo de novo ar e não sei se irei inspirar parte do ar que acabei de jogar fora!


Por mais que eu tente, caminho sempre precisando do seu ar sem ser preciso na revelação!

Careço viver mesmo entendendo que sobreviver não basta!

Vou tentando esvaziar um peito inflado de saudades!...

Vez ou outra elas surgem anunciando o riso!...


Rio com alegria nos entreatos de um suspiro que me revelam ser um ser eternamente amando!


©Balsa Melo

12.03.06

Cabedelo - PB


BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 03/11/2007
Código do texto: T721970
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87743 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 01:30)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)