Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O MEU CORAÇÃO SÓ SABE PRONUNCIAR TEU NOME!
_________________________________________________




Por mais que eu desdiga em minha fala, os meus gestos não conseguem te omitir!

O desamor estribilhado em teus acenos são estritos e aniquilam meus olhos que findam em pranto!

Amargurado com os estrilos dos teus pés, caminho como inocente animal que imagina ser carinho o comando de ir afora!

Confusas manifestações para quem diz o que quer no abrupto movimento que cala até o mexer do vento!...

Que passa sem causar a sutileza do arrepio, mas arrepia a pele com o temor do corte que o frio irá provocar nesta unilateralidade de escolha!

Trépido olhar que vive a mentir não te ansiar, mas prefere viver no compasso indefinido de um mundo quase em ruínas do que perder a possibilidade de te encantar um dia!

Vou desdizer dizendo que o vernáculo do meu coração só pronuncia teu nome!


©Balsa Melo

19.03.06

Cabedelo - PB

BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 03/11/2007
Código do texto: T721992
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87182 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:07)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)