Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O conhecido amor

As mãos, se contorcem tão frias...
O coração,  que se pronuncia a palpitar...
É uma guerra,  sem vitimas a tombar
e,  as noites,  antes tão vazias,
se acendem sem crepusculo, frente ao luar;

O sentimento alardeia-se sem temor,
sem perguntas põe-se a invadir a alma
e, sem tréguas e,  até sem calma,
inunda sem licença e faz nascer o amor...

Este gostar nem se esconde,
quando,  sorrateiro,  as perguntas nem responde
se faz de tonto...
e o peito explode de pronto;

Não há como não perceber...
Olhos brilham cristalinos a sonhar,
a vida para inquieta
não se pode mais esconder...
quando o coração está a amar,
é alvo certo dos poetas



Lara
Enviado por Lara em 21/03/2005
Código do texto: T7220
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lara
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 61 anos
113 textos (9669 leituras)
3 e-livros (253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/16 23:01)
Lara