Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A magia do tempo


Do meu o teu olhar agora desvias
Estando perto distante pareces,
Enquanto em teus lábios teces
Palavras carregadas de ironias.

O teu amor porventura terias
Jogado ao vento e agora esqueces,
De mim como se jamais tivesses
Bebido no cálice de minhas alegrias.

Amada, amada minha porque te fazes
Louca e a taça de amargura trazes
Para que eu beba e derrame meu pranto,

A brisa há de levar minhas mágoas
De amor a sede matarei em outras águas
E o tempo me fará esquecê-la portanto.
Jeff Condol
Enviado por Jeff Condol em 03/11/2007
Código do texto: T722162
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jeff Condol
New York - New York - Estados Unidos
802 textos (112119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 08:06)
Jeff Condol