Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A TI, QUINTANA!


Nadir Silveira Dias


Sei que ainda olhas
O mapa da cidade,
De rua encantada,
Do Brique, da Redenção,
Teu Hotel Magestic,
Da tua Casa de Cultura.

Sei que ainda tens ação,
Aonde estás,
Poetizando, teu "Cântico",
Vibrando, dolente, "Pra que partir?"
Levando encanto, versos, poesias,
A antigos e novos irmãos.

Falando da vida, da morte,
(Que agora sabes ...
... ser apenas do corpo)
Como aqui fizeste,
E como aqui mesmo disseste:
- "Eles passarão ... eu passarinho!"

Tu não passaste, nem passarás.
Teus Quintanares criam ares,
Permeiam olhares,
Amenizam dores,
Remexem ardores,
Relembram amores!

E eles - quem sabe?
Onde estão? Onde estarão?
Enquanto tu, talvez,
Tenhas até encontrado
A rua encantada
Da tua Porto Alegre,
Que nem em sonhos
(Aqui) sonhaste ...

Sei que ainda olhas ...!

Nadir Silveira Dias
Enviado por Nadir Silveira Dias em 16/11/2005
Código do texto: T72230
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nadir Silveira Dias
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1036 textos (153748 leituras)
4 e-livros (380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:52)
Nadir Silveira Dias