Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fragilidade

Não te disse adeus, ainda..
mas todo plano é esse.
E todos os dias ensaio,
um monólogo sem fim.
Se o palco fosse meu domínio
terminaria de maneira teatral.
Se fosse cientista,
tudo seria muito racional.
No entanto, só tenho essa poesia.
transparente e frágil.
Que, em cada linha revelará
implícita e explícitamente
um sentimento guardado
sem muito cuidado.
E,na poesia,o adeus soará sempre
como "até logo"...
Porque o poeta sempre retorna.
E o poema pode ter um ponto final,
mas a poesia...jamais...
Mareluz
Enviado por Mareluz em 04/11/2007
Código do texto: T722770
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
692 textos (20951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 13:15)