Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A UNICA PAGA QUE O MEU CORAÇÃO QUER É O AMOR!
_______________________________________


Rogo-te alforria para o meu coração!

Não careço de paga e 
nem a quero!

Sei que é difícil convencer-te que o amor não tem preço!...

Mas imploro-te manumissão para os meus olhos que tanto buscam um aceno teu!

Concebo até a possibilidade de conviver com a tua completa ausência e 
isto pouco irá mudar a frieza que tem sido o abraço, 
o tatear dos dedos sobre uma porção de coisas banais, 
o fugir entre os passos desencontrados num beco sem saída!

Tudo será possível, 
mas peço-te a libertação do sol que tem obscurecido o meu dia com o teu pranto!...

Posso até ser o suave aroma para o teu desdém provocado pela vida,
mas para isso,
livre meu coração das tuas armadilhas!...

O único lenitivo que ele busca é o amor,
nada mais!


©Balsa Melo

30.03.06

Cabedelo - PB

BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 04/11/2007
Código do texto: T723229
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:00)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)