Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alegorias de um cego

                                               para Cleber Lupin de Carvalho

Eu posso te ouvir daqui
Quilômetros de dor nos separam
O medo tinge tua bandeira
Enquanto os carros atropelam os carrinhos de bebê

Eu posso te sentir de longe
O choro seco e contínuo
Tuas mãos fazem ecoar teu auto-espancamento
E o carteiro não nos trouxe novidades

Eu posso te ver ainda
Escalando o próximo altar
Mas você não olha para baixo
Pois teme o que não vê

Não se esconda debaixo da cama
Enquanto tua família morre
Você não precisa ler
Tudo o que te obrigam
Tua TV é apenas mais um algoz
Que você pediu em casamento

Não deixe que controlem
Sua mente indefesa
O que você guarda aí
São trapos de uma outra vida
E não será assim
Que você se protegerá do frio

Não se esconda debaixo da cama
Enquanto tua família morre
Junior Bittencourt
Enviado por Junior Bittencourt em 04/11/2007
Código do texto: T723345
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Junior Bittencourt
Cruzeiro - São Paulo - Brasil
89 textos (827 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:37)
Junior Bittencourt