Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CRIANDO SOL EM CAIS


Dei-me agora a pensar no sol poente
Curtindo minha tez com seus luzeiros.
Tantos feixes aos montes lanceiros,
A dizer: Vê? Sou qual o sol nascente.

Varam os cerros-nimbos docemente.
Traçando retas e lanças aos guerreiros.
Criam em meu breu, delicados trigueiros,
Como sutis línguas de ouro ardente.

No guardanapo escrevo versos desiguais
Num bar, beira-rio, cheirando o cais...
Tento diferenciar o sol que é meu.

Então uma voz embriagada e amiga...
Diz: “Cara, olha ali praquela menina...
Que esse teu sol aí, já deu!”.


O FEIO
Enviado por O FEIO em 04/11/2007
Código do texto: T723444

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O FEIO
Juazeiro - Bahia - Brasil
226 textos (8208 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 19:16)