Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Para Casa...



Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br



Meu Para Casa é ver as uvas maduras e tentar colhê-las.
Se não conseguir, direi que estão verdes!
Aprendo uma boa desculpa com a raposa da fábula de la Fontaine...
As folhas todas estão verdes, e mesmo assim colho algumas.
Em se tratando de folha, quanto mais verde, melhor!
Do mundo feito por senhores,
Do muro feito por escravos,
Eu trouxe duas pedrinhas
Que coloquei na gruta de Nossa Senhora,
Em memória dos escravos que viveram na região,
Especialmente na intenção dos que fizeram o muro bicentenário...
Tocaram essas pedras com suas mãos...
As pedras escravas induzem-me a incluí-los em minhas preces.
De pedra, também, os corações de alguns senhores...
Seduzem-me as histórias do tempo antigo.
Reduzem-me à expressão mais simples,
De espectadora!...

Três tucanos e seus grandes bicos coloridos
Bicam minha vontade de fotografá-los!
Tucanos e araras enfeitam as matas
Que os homens devastam sem a menor piedade!...

Rainhas não costumam adotar filhos,
Crianças de outros sangues...
Mas a Rainha na qual penso agora
Adotou a humanidade!...
De onde vem a sincronicidade?...
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 04/11/2007
Código do texto: T723599
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (35195 leituras)
6 áudios (365 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:36)
Euna Britto de Oliveira