Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Medo

O medo já medido é sem sentido,
medonho é sempre o medo sem medida,
aquele que não pode ser contido
que torna assustadora a sua vida.

O medo que lhe deixa sem saída
que ultrapassa os limites do entendido,
é o medo que lhe espera na caída
da noite que insinua algum ruído.

O medo lhe acompanha desde sempre,
e sempre que do medo você lembre,
você está lembrando o que se esquece:

o homem é movido pelo medo,
ainda que ele seja esse segredo,
que gela todo o sangue e estremece.
    14/11/05

Bruno Philippsen
Enviado por Bruno Philippsen em 16/11/2005
Código do texto: T72450

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Bruno Philippsen. E-mail: bruno_ph2@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Philippsen
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - Brasil, 31 anos
82 textos (5085 leituras)
2 áudios (67 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:45)
Bruno Philippsen