Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ametista

Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br


Por fora, pedra fosca e feia;
Por dentro, o mimo, o mimetismo
Da maravilhosa ametista,
Que imita as pessoas boas de aparência tosca!...

De cor roxa
Em suas gradações possíveis,
Trancafia-se no côncavo primoroso
Do convexo grosseiro
Que explode em mini-pontas de lançar beleza
Quando a pedra é partida!...
Cura-se a paixão doentia...
Fecha-se em roxo
A vida que vira pedra outra vez!
Tranca-se a beleza dos sentimentos
Como a ametista tranca suas cores...
Recompõe-se a alma,
Iguala-se aos minerais,
Hiberna...
Reestrutura-se!
Depois de um tempo,
Faz-se nova ficha de inscrição
E nela se escreve novo nome.
Depois da grande tormenta,
Ninguém é mais o mesmo!
Aparece a diferença!
Consegue-se a façanha de esquecer certos momentos!...
Deus é Pai!
Renascimento!...

Amo a  ametista.
Posiciono-me.
Começo a zero hora
A contar um novo tempo.
Tomo posse da bênção!
Mais um carro sai do barro...
Resgatada,
Desfilo pelas estradas...
"Deo Gratias!..."
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 05/11/2007
Código do texto: T724501
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (35333 leituras)
6 áudios (365 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:55)
Euna Britto de Oliveira