Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Sertão e as Consequências

O sertão quando está com o chão molhado
O roceiro trabalha com amor
Todo dia se ver o beija-flor
Nas roseiras voando a todo lado
O carão o profeta do roçado
Anuncia que o inverno já chegou
A rolinha cantar fogo pagou
É uma prova que está com o papo cheio
O inverno elimina o aperreio
Que a seca feroz veio e deixou

Muitos gostam da área do sertão
Tendo inverno é lugar bom de morar
Mas se a seca chegar pra castigar
Sofre o povo, animais e o próprio chão
Perde o milho, o arroz e o feijão
O camponês vai pra frente de emergência
Mesmo assim cada um com paciência
Pede força a Jesus o soberano
E aguarda chegar o novo ano
Pra encher de fartura a residência
Edgar Ramalho de Freitas
Enviado por Edgar Ramalho de Freitas em 05/11/2007
Código do texto: T725060

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edgar Ramalho de Freitas
Patos - Paraíba - Brasil
85 textos (2974 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:31)
Edgar Ramalho de Freitas