Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Processo



Tornei-me isso:
Parte do cinza-pálido desses edifícios
E dessas ruas desvairadas por onde escorre a morte
Onde o homem experimenta seu processo de coisificação.

É tudo tão rápido e repetitivo
Que o homem, antes, ser liberto
Vai, como que inadvertidamente
Transformando-se num animal cativo

Para mim, que tenho consciência disso
O processo é muito mais penoso
Porque envolve a reflexão sobre meu povo
E seu caminhar para o altar dos sacrifícios.

Tudo, tudo, um monumental mercado
Onde cada homem é um animal marcado
E alimentado com uma razão final:
Servir como lenha para o “lirismo” do capitalismo
E aceitar resignadamente o mal.


                              Mas, sei, e como sei...

Ainda é tempo da insurreição.
Raimundo Nonato
Enviado por Raimundo Nonato em 06/11/2007
Código do texto: T725471

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raimundo Nonato
Teresina - Piauí - Brasil
257 textos (58506 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:16)