Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU SÍSIFO ME CONFESSO...


EU...SÍSIFO, ME CONFESSO...





A vida é feita de recomeços...
a vida é cheia de tropeços...
não há espaços
para limites nem cansaços!

É muito real e sólida esta verdade...

Abramos ao sonho o coração.
Estimulemos a nossa emoção.
E demos à realidade
toda a força da nossa vontade!

Com a força firme do amor...esse lume,
Sísifo eu fui, levando até ao cume,
obstinadamente, o meu rochedo!
ganhei equilíbrio, perdi o medo!

Colada ao meu rochedo atingi o cume...

Alcancei o sonho não sonhado,
um sonho quase logo terminado.
Era instável o equilíbrio, e o terreno,
esboroado e falsamente sereno...

Era afinal um funesto terreno movediço...
E eu, com um ousado destemor postiço
colada ao meu imperecível rochedo,
sofria de tudo, sentia tudo, menos medo!

E porque éramos um todo – eu e o rochedo,
o que, agora, para ninguém era segredo,
logo sentimos que o sacrifício fora em vão.
E... rapidamente, nos encontrámos no chão!...




















 
HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 16/11/2005
Código do texto: T72567
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:10)
HELENA BANDEIRA