Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

não sei dizer

não perguntes por quê - não sei dizer -
o que tem a desgraça lá por dentro
ou que dor faz a brisa renascer

ou que bênção refulge num outono
ou que sangue apunhala a gota de água
que reza mais alenta o criminoso

não perguntes a cor do meu desejo
ou que sono te oprime no lazer
que brancura se esconde na mentira

nem por que a moça impura se diz mãe
ou por que a faxineira muito rouba
ou por que ninguém sabe que és herói
os dias vão morrendo sem nascer
o que ganhas num dia logo perdes
- não perguntes a razão de tudo isso
que eu sei mas não sei como dizer-te
António Soares
Enviado por António Soares em 06/11/2007
Código do texto: T726037

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Soares
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 83 anos
101 textos (4440 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 15:23)
António Soares