Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cinderela

“Te vi na entrada da festa perguntando meu nome
  na mesma hora não acreditei no que tomou conta de mim
  estava diante de uma princesa, ou melhor, da Cinderela.
  Seus lindos olhos verdes me encantaram
  me deixou tão maravilhado
  de constatar que sua beleza é tão clara e real
  não transparecendo o Conto de Fadas que estava em sua roupa.
  Desde essa hora meu pensamento estava longe
  só havia uma coisa em minha mente:
  como te conquistar?
  Por culpa de meu coração tolo
  minha alma se encheu de esperança
  depois de seu último sorriso,
  eu estava apaixonado
  como se fosse a primeira vez, parecendo uma criança.
  Desde essa hora
  só havia uma coisa em minha mente:
  como te amar?
  Agora minha atitude é descobrir o seu reino
  e mergulhar de vez na realidade que me consome
  excluindo os traços de fantasia
  que cercam esse castelo de areia
  escondendo o seu lindo rosto
  do meu mundo natural
  do meu mundo real”
Diego César
Enviado por Diego César em 06/11/2007
Código do texto: T726175

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego César
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
50 textos (2280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 22:54)
Diego César