Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ironia do infinito

(falar de modo adolescente com a voz levemente rouca.)
Se eu quero saber?
Sim, gosto de saber.
Por que você me liga?
Se me seduz.
Por que você marca?
Se depois desmarca.
Por que você me conta?
Se depois desmarca.
Se eu gosto de saber?
Sim, conversar com você é incrivelmente bom.
Se eu quero você?
Sim.
Por que eu estou a escrever?
Para te esquecer, mas ai você me liga, me seduz, conversa vai e vem e marcamos. Nem queria mais, já tinha te largado, desertado.
Sei que é seria, porém meiga. Adoro falar com você.
Adeus! Até seu próximo capricho.
Ou ao meu enterro.
Paxe
Enviado por Paxe em 06/11/2007
Código do texto: T726470

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paxe
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
183 textos (7368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 14:52)
Paxe