Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
AMALGAMANDO TRISTEZA E SOLIDÃO!
_____________________________________________


             Não serão as horas,

nem será o tempo

que permaneço neste sofrer,

nem a lembrança a me condenar

a viver nesta distância que me fará apagar este sentimento apelidado de amor!



Poderá ser tudo isso,

algum dia,

que irá me mostrar que são as horas e que foi o tempo que cansaram o meu coração!


E o tempo derretido nos meus braços

fará sinal de longínqua despedida,

mas não me delongarei no transcurso da sofrida espera amalgamando a solidão e a tristeza!



©Balsa Melo


24.06.06


Macapá - AP



BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 07/11/2007
Código do texto: T726890
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87155 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:24)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)