Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO NOS PRENDAMOS ÀS EFEMERIDADES!


Nos prendemos aos grandes monumentos e,
não tão raro,
aos grandes resultados!

Tudo isso poderia ser louvável
se não nos causasse tanto inconformismo
a visão do insucesso de algumas investidas!

Talvez somenos seria a agressão se
conseguíssemos conviver com o balanço diário,
até para a correção de rumos,
daquilo que se nos apresentou como saldo negativo e
ferindo nossos brios!

©Balsa Melo
24.06.06
Belém - São Luis
 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 07/11/2007
Código do texto: T726895
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:44)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)