Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Corpo caido


É noite e meu corpo vagueia
Como um cão vadio sem canto e sem casa
Vem uma mariposa alheia
E repousa meus ais sob suas asas

A lua de longe observa
Os meus passos tortos cortando o silêncio
Da vida que ora me leva
Sem obedecer o que eu sinto ou penso

E o bicho que quer me pegar
Espreita paciente quando vou dormir
Medonho ele assusta o luar
E uma estrela medrosa que vem me cobrir

Repouso então os meus ais
Junto aos animais e fazemos preces
E ao dormir o medo se desfaz
E meus conflitos em paz uma vez mais...adormece


“aos que padecem na inquietação
entre a loucura e a razão
do imponderável juízo”
petronio paes frança
Enviado por petronio paes frança em 07/11/2007
Código do texto: T727124
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
petronio paes frança
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
549 textos (20525 leituras)
2 áudios (40 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 06:02)
petronio paes frança