Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os efeitos da guerra

Os efeitos da guerra, na carne humana.
Criação profana.
Arames farpados
Soldados fardados
Morre por honra da ordem insana.

A voz possante do vento retumba
Cruzes e catacumba,
Fardas camufladas
Horas adiadas,
Lagrimas soltas escorrem pelas faces.
A batalha com suas fases.

Sangue escorrendo,
E a carta do filho nascendo.

Bandeiras cravadas em territórios
Trilhas abertas no ventre da terra,
Homens sem oratórios,
A mesma terra onde pisa te enterra.

Órfão da vida
Refém das boas ações
Pagão da mesma sina.

Rifles, granadas e sinalizadores.
Braços, pernas mutilados.
Mente e sentidos alterados,
Sinaliza dores.

Cadeiras de rodas ou carros importados
Uma bala no peito ou uma dose de whisky na cabeça.
Adormeça mas não esqueça
E quando acorda junte os corpos e seus achados.

E no dia de partir
Vou lembrar daquela criança
Que carregava um livro de capa dourada,
Que em certa madrugada, não dormia e o olho arregalava,
E com a voz rouca recitava versos de esperança,
e quando lia chorava, e do pai lembrava e gritava;
“Devolva meu pai que nos deixou sem me ver pelo menos sorrir”

Os afetos da discórdia, os fetos das escorias.
Os efeitos da guerra
Começo ou fim de uma nova era ?
Rommyr Fonttoura
Enviado por Rommyr Fonttoura em 07/11/2007
Reeditado em 07/11/2007
Código do texto: T727286
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rommyr Fonttoura
Mariana - Minas Gerais - Brasil
265 textos (9728 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:24)
Rommyr Fonttoura