Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Peças Soltas

Peças Soltas

Encontro-me no meio deste labirinto curvo,
Com o mapa riscado, e o olhar turvo,
Sem definição das coordenadas,
Sem vontade , e sem amarras.

Os pedaços que vou colando aos poucos,
Em quadro sem nexo, num mundo de loucos,
E esta obra frágil, que arrisco a partir,
Não vai ser grande coisa, nem vai dar para rir.

Após tantas investidas, sinto-me cansado,
De remar em meu barco, já meio curvado,
E nesta luta constante contra a tempestade,
Não encontro razão de verdade !


Nenúfar  
Nenúfar
Enviado por Nenúfar em 07/11/2007
Código do texto: T727655

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nenúfar
Portugal, 53 anos
532 textos (29244 leituras)
193 áudios (16900 audições)
9 e-livros (226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 16:36)
Nenúfar