Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta para ...

Sei que fomos grandes amigos,
Embora tenhamos começado timidamente,
Desconfiadamente,
Mas éramos puros -
Menos que agora, é claro -
Mas éramos...
Sei que nos empolgamos
E fizemos promessas de mais
E cumprimos de menos
Prometíamos no calor da noite
Esquecíamos na luta do dia
Sei que nos declaramos
Namorados de verdade
Mesmo que de mentira
Mas falávamos de amor
E tínhamos vontades e carinhos
Mesmos que virtuais ...
Mas éramos puros -
Menos que agora, é claro -
Mas éramos ...
Sei que fui eu quem foi pra montanha
E fugi cansado da tela e do teclado
E ermitão cáustico de mim
Nem me despedi
E nem sabia se voltava ...
E você, também cansada
De mim do mundo e de todos,
Repousou na sua casa nova
Com os olhos parados pra baixo,
Olhando a chuva caindo...
E nossos corações pausados,
Batiam um cadê você ...
Uma vitória de astral alto
Um alto astral de vitória.
Mas éramos puros -
e sós.
Magno De Barros
Enviado por Magno De Barros em 07/11/2007
Reeditado em 26/11/2007
Código do texto: T727721
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Magno De Barros
Anchieta - Espírito Santo - Brasil, 68 anos
168 textos (12699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:53)
Magno De Barros