Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIM DA MINHA INSPIRAÇÃO

FIM DE MINHA INSPIRAÇÃO

De repente, eu parei  meio assustado,
tinha secado toda a poesia que eu tinha.
Eu procurava fazer rima dar meu recado
mas eu sabia que sem rima não há poesia.

Foi, então, quando  fechei o meu caderno,
onde anotava todos aqueles sentimentos,
que vinham de acordo com o momento,
e,  agora, somente tinha  esquecimento.

Mas eu  queria recompor minha  poesia,
que é  meu jeito de viver sem sofrimento,
mas, ao tentar compor  com maestria,
ficava  preso, isolado  no  momento.

Quando, afinal, completou-se  o castigo
que eu recebera dessa musa da poesia,
então  rimei o castigo com o que digo
e  consegui  fazer versos, ter alegria.


06/11/07-VEM.
Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 08/11/2007
Reeditado em 09/05/2009
Código do texto: T728155
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (112375 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 12:01)
Vanderleis Maia