Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PRESSA DOS HOMENS

A pressa dos homens
bem que poderia dormir na praia
entre finos grãos de areia
lambidos pelas marés
num fim de tarde.

Mas a pressa dos homens
prefere a fila dos bancos
e o trânsito louco das sextas-feiras.

O sanduíche de salame,
mastigado às pressas,
devora a hora do almoço,
e a coca-cola engole
o momento de agora.

A pressa dos homens
consome a vida
mais que depressa.

Essa pressa bem que poderia
ficar estendida na rede,
espichando os minutos
e balançando as horas
pra lá e pra cá,
como se o seu compromisso
fosse apenas
com o preguiçoso vaivém
do momento que é agora.
José de Castro
Enviado por José de Castro em 08/11/2007
Código do texto: T728420

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 69 anos
2301 textos (685625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:19)
José de Castro