Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

  
ALTIVA SOLIDÃO
(Sperazzo)
 
Soberana e altiva solidão,
com a espada em riste corta a noite,
 liberta a tímida manhã prisioneira,
 detida no ventre da lua em açoite...
 
Fere em lança a artéria do céu,
que sangra o azul da descoberta...
 Espera que a manhã ressurja,
iluminando a estrada perdida...
 
Tenta refazer seu caminho,
vestida com túnica de nuvens...
Dilacera seu espírito,
queimando mágoas...
 
Pobre solidão...
 
Flutua no silêncio dos astros,
molhada de estrelas...
Busca entre os abismos a luz,
espera pelo novo horizonte...
 
Foge... retorna  sobre si
para que a noite exista novamente...
 
Sandra Lúcia Ceccon Perazzo
28/10/2007
 
Art by Simone Cz
 
Sperazzo
Enviado por Sperazzo em 08/11/2007
Reeditado em 08/11/2007
Código do texto: T729083
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sperazzo
São Paulo - São Paulo - Brasil
303 textos (25644 leituras)
33 áudios (1131 audições)
1 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:33)
Sperazzo

Site do Escritor