Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tropeço

pernas para que te quero?
olho porque me embrulhas?

perseguido pela dor de existir
houve um homem o rádio

notícias da última bomba
calor drops em ritmo musical

propenso a prosseguir na vida
um animal pasta solene

arranjando desculpas para não morrer
o capitalismo ejacula sem parar

os filhos das moscas não tem asas
baratas vermelhas e azuis

todos os prédios vomitam
bradam fuzis borbulhantes

pernas para que te quero?
coração volte a sangrar

na hora em que vi a moça
senti desejo de morrer

porque a poesia não me deu bola?
Paulo Luna
Enviado por Paulo Luna em 08/11/2007
Código do texto: T729366
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Luna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
116 textos (40776 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 20:34)
Paulo Luna

Site do Escritor