Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo e o tempo



Este corpo tão jovem que ao tempo sucumbe
Encontras neste caminhar,uma maneira de eternizar
Em minha mente para sempre como é, irá ficar
E o tempo maroto menino,a tudo consome...
Em suas asas leva para longe no dobrar dos sinos
Nas catedrais colossais,os anjos entôam seus hinos
Esperamos nós,que a vida não passe...
Que a beleza para sempre fique...
Que a juventude que não é vinho
E assim,a pele enfraquece,enruga-se , e o tempo...
Outrora amigo, hoje inimigo,a ti consome...
Um sorriso diante do espelho, a beleza perdura...
Enquanto  o amor que a tudo nivela nunca se esvai
Olhando para trás,verás outros que um dia como tu,
Se achavas eterno quanto o tempo...
Sucumbiu, e os passos lentos ,hoje cansados
mal conseguem te levar ao banco onde um dia sentastes
E junto a ela fizeram juras de amor
E este amor,o tempo não leva e nem consome
Por isso com certeza serás eterno...

           Gilmar 09/09/2007
Gilmar Santos
Enviado por Gilmar Santos em 09/11/2007
Reeditado em 17/03/2008
Código do texto: T729527

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Santos
Planaltina - Distrito Federal - Brasil, 59 anos
696 textos (113536 leituras)
53 áudios (5041 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 12:43)
Gilmar Santos